Cinco perguntas para o DJ Assault

Por Alex Kidd

 

Craig Diamonds (aka DJ Assault) é uma lenda de Detroit. Se no final dos anos 1970, o Afrika Bambatta combinou o som eletrônico do Kraftwerk com as batidas pulsantes do funk para criar o hip-hop, foi Assault o responsável por unir (e acelerar) os dois universos: nascia o “funk acelerado”, ou “booty bass” para os mais íntimos. Ele apresentará seu set enérgico neste sábado (29) na festa “Fluxo: Funk Proibidão” que abrirá a programação do Red Bull Music Academy Festival na cidade que nunca dorme. 120BPM fez cinco perguntas para Assault.

UM verso memorável em uma canção

“Cause this right here ain’t no country for young men.” – No Country For Young Men – Ice Cube

DOIS heróis

Malcolm X, Muhammed Ali (e Tupac).

TRÊS artistas que gostaria de colaborar

Colaborações são superestimadas. Eu compro música pelo artista e não pelas colaborações que ele faz.

QUATRO faixas infalíveis


“Ass N Titties “- DJ Assault

“Tootsee Roll”- 69 Boyz

“Planet Rock” – Afrika Bambaataa & Soul Sonic Force

CINCO discos que todo mundo deveria ouvir

Todo o catálogo da Death Row.

SERVIÇO

FLUXO PROIBIDÃO NO RED BULL MUSIC ACADEMY FESTIVAL NEW YORK
QUANDO
 29 de abril (sábado), das 21h
ONDE Villain, 307 Kent Avenue – Brooklyn, NY
QUANTO US$ 15 (R$47, aproximadamente).