Primeiro dia do Electric Daisy Carnival tem clima de festa e enche Interlagos

Por Alex Kidd
aLIVE-Coverage-for-Insomniac-15
O palco Kinetic Cathedral Foto: Divulgação

O congestionamento para chegar no Autódromo de Interlagos foi um indício do sucesso da primeira noite do EDC Brasil. Em plena sexta (4) chuvosa, a organização do megafestival de música eletrônica contou mais de 40 mil pessoas na megabalada.

A festa se dividia em três (gigantescos) palcos. O NeonGarden tinha cara de D-EDGE. O palco surrealista Kinetic Cathedral, com suas corujas gigantes, era dedicado à EDM, e o palco BassPod ia do trap ao dubstep.

aLIVE-Coverage-for-Insomniac-11
Mais de 40 mil pessoas compareceram no primeiro dia / Foto: Divulgação

DE A a Z
O line-up contemplava a todos. Uma turma mais moderna se jogava no palco Neon Garden, mais orientado para a house music. A dupla inglesa Gorgon City investiu nos seus hits e o ápice foi a poperô “Ready For Your Love”.

Enquanto isso, no palco principal (aka palco das corujas), o DJ prodígio Martin Garrix, sem pudores, tocou uma versão bate-cabelo de “Hello”– hino melancólico da cantora Adele. Delírio na platéia, que finalmente deixou os brinquedos do parque de diversões espalhados no Autódromo para cair na pista.

ÚLTIMA MODA
Noivas vestidas de LED, Mario Bros e máscaras de castores competiam com o look básico de camisa floral e óculos escuros. Uma turma mais prática (e musculosa) circulava sem camisa.

_MG_3778
Dançarinas no palco / Foto: Edilson Dantas/Folhapress

O QUE BOMBOU
– Pontualidade das atrações;
– O clima divertido da festa;
– O parque de diversões.

O QUE FLOPOU
– O preço das bebidas;
– A distância entre os palcos.