Universidade de Londres procura histórias alternativas da música eletrônica

Por Alex Kidd
O musicólogo  Hugh Davies. Foto: The Hugh Davies Estate
O musicólogo Hugh Davies. Foto: The Hugh Davies Estate

A Universidade de Leeds e o Museu de Ciência de Londres buscam por textos que contenham versões alternativas da história da música eletrônica.

Os textos serão apresentados numa conferência que acontecerá entre os dias 15 e 16 abril de 2016.

O evento faz parte do projeto financiado pelo Arts and Humanities Research Council, que explora o trabalho do músico e musicólogo inglês Hugh Davies. Em 1960, Davis compôs diversas peças de música eletrônica que são consideradas as primeiras “versões alternativas” da história oficial.

“Como seria a música eletrônica se tivéssemos focado em artistas menos conhecidos?”. “O que aconteceria se nos afastássemos das instituições norte-americanas e da Europa-Ocidental que são normalmente reconhecidas como figuras centrais na criação e desenvolvimento da música eletrônica?” diz o comunicado oficial.

Quem desejar participar deve enviar um texto (em inglês) de 500 palavras e uma biografia de 100 palavras para ahem@leeds.ac.uk até o dia 31 de outubro.

Saiba mais detalhes aqui. (https://ahem2016.wordpress.com/call-for-papers/)

Curta o 120BPM no Facebook!